Pesquise no Grupo AVPH

Código Promocional Pic Pay: GAC1JN

Ancestrais dos Primatas

 

    A Ordem dos Primatas, a qual incluí os lêmures, macacos e humanos, surgiu com pequenos animais insetívoros há aproximadamente 70 milhões de anos atrás, esses pequenos mamíferos se espalharam por vários continentes dando origem a diversas linhagens de espécies. Um dos mais antigos primatas que se conhece é o Plesiadapis, que surgiu há aproximadamente 60 milhões de anos atrás e era semelhante a um esquilo. A partir daí seus descentes se refugiaram no alto das árvores e esse estilo de vida trouxe mudanças evolutivas importantes, como as garras que se transformaram em unhas achatadas, os olhos que "migraram" para frente do cabeça tornando a visão mais acurada facilitando avaliar distâncias e cores. Surge então há aproximadamente 50 milhões de anos atrás o Adapis, o qual já possuía os olhos voltados para frente da cabeça e "garras já modificadas", pois seus hábitos já eram arborícolas, posteriormente há aproximadamente 45 milhões de anos atrás surge o Necrolemur, que já possuía as palmas das mãos e as plantas dos pés "carnudas" facilitando à aderência aos galhos.
    Há aproximadamente 40 milhões de anos atrás ocorre uma divisão a qual dá origem aos macacos do novo mundo ( os platirríneos, pequenos macacos das florestas tropicais e sub-tropicais com caudas compridas que não mudaram muito até a atualidade ) e os macacos do velho mundo ( os catarríneos, que são ancestrais diretos dos homens). O sentido do olfato dos primatas diminuiu, porém sua inteligência aumentou com o desenvolvimento do córtex cerebral.
   Há cerca de 30 milhões de anos atrás alguns primatas desceram das árvores e retornaram a vida no solo, porém estes eram maiores, mais fortes e mais inteligentes que seus ancestrais. Dentre estes alguns começaram a adotar a posição intermediária do caminhar ereto, isto é, começaram a ficar "de pé" para apanhar alimento, ver a longas distâncias, entre outras tarefas, porém ainda passavam boa parte do tempo em cima de árvores, como por exemplo o Dryopithecus, que é o ancestral comum entre os grandes símios e os humanos. Há aproximadamente 17 milhões de anos atrás a África se chocou com a Ásia, formando uma "ponte de terra" entre os dois continentes ( Egito-Israel ), a qual possibilitou a passagem de diversas espécies para ambos os continentes e uma delas foi os ancestrais dos atuais orogotangos, que migraram da África para o sudeste asiático, e um deles foi uma das maiores espécies de primatas que já existiram, era o Gigantopithecus. Os primatas que continuaram na África deram origem aos atuais chipanzés, gorilas e há 5 milhões de anos um primata que adotou definitivamente o andar ereto e em "pouco tempo" na escala geológica, "dominou o planeta" veja mais em "A Invasão Humana".


Veja na tabela abaixo os animais catalogados desse grupo:

Adapis
Dolichocebus
Dryopithecus
Gigantopithecus
Lêmure gigante
Mesopithecus
Necrolemur
Plesiadapis
Proconsul

Referências:
- Groves, C.P. (2005). Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.), ed. Mammal Species of the World 3 ed. Baltimore: Johns Hopkins University Press. pp. 111–184. ISBN 978-0-8018-8221-0. OCLC 62265494.
- Macdonald, David (2006). «Primates». The Encyclopedia of Mammals. The Brown Reference Group plc. pp. 290–307. ISBN 0-681-45659-0.
- Pough, F. W., Janis, C. M. & Heiser, J. B. (2005) [1979]. «Characteristics of Primates». Vertebrate Life 7th ed. [S.l.]: Pearson. 630 páginas. ISBN 0-13-127836-3.
- Strier, K. (2007). Primate Behavioral Ecology 3rd ed. [S.l.]: Allyn & Bacon. pp. 7, 64, 71, 77, 182–185, 273–280, 284, 287–298.


loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.