Pesquise no Grupo AVPH

Código Promocional Pic Pay: GAC1JN

Urso Gigante de cara achatada

Arctotherium angustidens - AVPH Arctotherium angustidens - AVPH

   O Arctotherium angustidens ou Urso gigante de cara achatada, viveu há aproximadamente entre 2 milhões a até 500 mil anos atrás durante o final do Plioceno e o Pleistoceno na América do Sul.

   Seus ancestrais, os Ursos de cara achatada norte americanos Arctodus pristinus e Arctodus simus migraram para o sul após a formação da ponte de terra entre as Américas, há cerca de 2,6 milhões de anos atrás, se tornando ainda maiores, devido a grande disponibilidade de presas de médio e grande porte e a ausência de concorrentes, carnívoros de grande porte.

   O Arctotherium angustidens podia medir cerca de 2,3 metros de altura nos ombros apoiado nas 4 patas e quando em pé podia atingir quase 4,5 metros de altura, chegando a pesar 1,6 toneladas, sendo considerado o maior carnívoro mamífero terrestre conhecido. Seus caninos podiam chegar a medir quase 10 centímetros de comprimento, que serviam para agarra e rasgar a carnes de suas presas. E seus molares robustos eram próprios para quebrar ossos, possibilitando se alimentar dos tutanos dos ossos.

   Os restos fósseis foram desenterrados durante a construção de um hospital na cidade de La Plata, Argentina. O Urso Gigante de cara achatada foi o membro mais antigo e maior de seu gênero. Seu parente vivo mais próximo é o atual Urso de óculos (Tremarctos ornatus) da América do Sul.

   Esta espécie de urso provavelmente tinha uma dieta onívora, porém com predominância de carne, pois a megafauna da época provavelmente desempenhou um papel importante em sua alimentação e potencialmente incluía preguiças gigantes, mastodontes, camelos, antas, tatus e gliptodontes. Sendo a caça ativa foi sua estratégia principal de alimentação, porém seu imenso tamanho e força o permitia lutar por presas caçadas por outros carnívoros e roubar as mesmas. Alimentar-se de carniça também seria uma opção pois para manter esse enorme tamanho, o Urso Gigante de cara achatada teria que alimentar de grandes quantidades frequentemente.

   A análise dos restos fósseis encontrados sugerem que o exemplar foi um macho de idade avançada, que sobreviveu a uma série de lesões graves durante a vida. Isto pode indicar que o mesmo viveu diversas batalhas com outros machos, disputando fêmeas, alimento e território, pois nesse período não existiam predadores grandes o suficiente que se conheça para efetuar tais ferimentos. A espécie se tornou extinta depois que outros carnívoros, como o tigre dente de sabres e a onça, evoluíram e se diversificaram na América do Sul.

    Em 2018, paleontólogos argentinos encontraram mais restos fósseis de um desses Urso Gigante de cara achatada em uma pedreira nos arredores de San Pedro, na província de Buenos Aires. Dessa vez era um macho jovem, de cerca de 800 quilogramas, onde se recuperou o crânio e a mandíbula em excelente estado de conservação, contendo caninos de 6 centímetros de comprimento. Os restos foram encontrados por operários da empresa proprietária da pedreira, se encontrava a 9 metros de profundidade, em uma área que provavelmente era um pântano. O estudo foi conduzido por Leopoldo Soibelzon, pesquisador do Museu de La Plata e do Conicet.

Dados do mamífero:
Nome: Arctotherium
Nome Científico: Arctotherium angustidens
Época: Pleistoceno
Local onde viveu: América do Sul
Peso: Cerca de 1,6 toneladas
Tamanho: 2,3 metros de altura nos ombros
Alimentação: Onívora

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Cordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Superfamília: Arctoidea
Família: Ursidae
Subfamília: Tremarctinae
Gênero: Arctotherium
Espécie: Arctotherium angustidens, (Gervais e Ameghino, 1880)

Referências:
- Soibelzon, L. H.; Tonni, E. P.; Bond, M. (October 2005). "The fossil record of South American short-faced bears (Ursidae, Tremarctinae)". Journal of South American Earth Sciences 20.

Paleoilustrador:
- Roman Uchytel - prehistoric-fauna.com


loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.